(28) 3526-6166

Home Notícias

Neurocirurgia no HECI

Entrevista exclusiva com a coordenadora do serviço, que, atualmente, está com fila zero para pacientes oncológicos

06.08.2020

Mayana Mesquita é médica, neurocirurgiã formada pelo Hospital Geral Roberto Santos, uma tradicional Instituição de Salvador, capital baiana, com título concedido pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (reconhecido pela Associação Médica Brasileira-AMB), chegou ao HECI trazendo uma nova área de referência para o gigante da medicina do sul do estado: a neurocirurgia. Nesta entrevista exclusiva, ela apresenta o setor e fala desse primoroso serviço ofertado à população sul capixaba.

HECI: Fale um pouco deste serviço.
Dra. Mayana: Reiniciado em 1º de maio de 2017, quando fomos convidados para compor e coordenar o Serviço de Neurocirurgia do Hospital Evangélico.

HECI: Ele é composto por quais e quantos profissionais?
Dra. Mayana: A equipe é formada por quatro profissionais. Além de mim, Dr. Ramon Romano; Dra. Doralice Batista e Dra. Fabiana Policarpo.

HECI: Quais os principais casos atendidos aqui?
Dra. Mayana: As patologias neurocirúrgicas em geral e os principais casos tratados no HECI são de pacientes oncológicos, uma vez que o hospital é referência em câncer. As patologias mais recorrentes atendidas pela nossa equipe são os tumores de cabeça e os de coluna.

HECI: Os casos que o HECI atende são considerados raros? Já houve algum?
Dra. Mayana: Sim, operamos muitos casos raros. Inclusive, um bem recente, aconteceu há cerca de dois meses: um paciente jovem, que apresentou um quadro rápido de evolução, com alteração de comportamento e, ao ser avaliado, foi diagnosticado depressão em outro Serviço.  Ao ser feita uma nova avaliação, observou-se que a causa dos sintomas era um tumor localizado na face, mais especificamente no nariz, que destruía a base do crânio e se expandia para o cérebro. Estamos aguardando a confirmação da biópsia para concluir a propedêutica. Se confirmada nossa suspeita, de fato, é um caso raríssimo na Medicina. 

HECI: Os atendimentos realizados são pelo SUS, convênios e particular?
Dra. Mayana: O Hospital é credenciado para realizar atendimentos pelo SUS, particulares e convênios. Quando o paciente tem um plano de saúde, a consulta vem por demanda espontânea. Já pelo SUS, o atendimento atende um fluxo de regulação gerenciado pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA).  Geralmente, esse trâmite segue normas às quais, o paciente geralmente é previamente avaliado por outro profissional, sendo depois então encaminhado ao nosso serviço. Para que ele seja atendido neste período de pandemia, deve se existir a suspeita de caso oncológico, pois no momento só estamos autorizados a atender pacientes oncológicos.

HECI: Nessa questão da fila zero, por que o paciente não espera para ser atendido? Isso acontece com todos? 
Dra. Mayana: Devido à pandemia, houve redução do número de consultas e cirurgias eletivas. Só estão sendo operados casos graves ou urgentes, como, por exemplo, as cirurgias cardíacas e oncológicas. Dessa maneira, pudemos dar celeridade nos casos que aguardavam neurocirurgia para tumor (crânio ou coluna) e zerar a fila do SUS para esses pacientes do sul do Estado do Espírito Santo.

Comentários


Instagram @hospitalevangelico


Fique Informado!

Para ficar por dentro das notícias e novidades, cadastre seu e-mail e receba nossa Newsletter.


Como chegar


Rua Manoel Braga Machado, 02
Bairro Ferroviários
Cachoeiro de Itapemirim - ES
CEP: 29308-065

  Acesse o mapa

Entre em contato


(28) 3526.6166
heci@heci.com.br

 Formulário de contato

Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim

© Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim. Todos direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web